Fim da pandemia, fantasia de dinossauro, roupas e barracas: Veja o que pedem as crianças de SC em cartinhas para o Papai Noel

Santa Catarina sábado, 21 de novembro de 2020
Fim da pandemia, fantasia de dinossauro, roupas e barracas: Veja o que pedem as crianças de SC em cartinhas para o Papai Noel

Material escolar, bonecas e carrinhos estão entre os itens mais pedidos pelas crianças. Por causa do coronavírus, campanha 'Papai Noel dos Correios' será digital com cartas enviadas e adotadas por site. Campanha 'Papai Noel dos Correios' será virtual em 2020
A campanha 'Papai Noel dos Correios' deste ano será virtual por causa da pandemia. A adoção de cartinhas pode ser feita pela internet até 18 de dezembro, quando começam as doações às crianças. Em Santa Catarina são 13 municípios com 23 pontos de coleta de presentes.
Muitas cartas já estão disponíveis e além dos tradicionais brinquedos, em muitas delas as crianças falam sobre a pandemia e do ano difícil sem ver os coleguinhas da escola. Algumas até mencionam a perda de amigos, pedem saúde a todos e o fim do vírus. (Veja no vídeo acima)
Entre os itens mais solicitados ao bom velhinho pelas crianças de diferentes idades e de todas as regiões de Santa Catarina estão bonecas, carrinhos e material escolar. Os pequenos mencionam o "bom comportamento" que tiveram em 2020.
Em uma das cartinhas em SC, menino pede fantasia de dinossauro
Correios/Reprodução
Há muitos pedidos também de patins e de roupas, além de brinquedos mais inusitados, como uma fantasia de dinossauro, solicitada por um menino de 4 anos de Armazém, no Sul de Santa Catarina.
Barracas, bolas, piscinas e boia de flamingo também têm espaço entre os pedidos consultados pelo G1, assim como livros, gibis e "uma deliciosa comida".
A intenção dos Correios é atender milhares de crianças de escolas públicas ou em situação de vulnerabilidade em todo estado. Em 2019, ao menos 20 mil crianças receberam as doações.
Menina de 8 anos de SC pede saúde para a mãe, roupa e gibi
Correios/Reprodução
Como ainda falta um quase um mês para o fim do envio de cartas, novos pedidos devem surgir das crianças. As quem não tiverem acesso à internet poderão contar com auxílio de um conhecido e até de Centros de Referência de Assistência Social, como ocorre em Criciúma, no Sul do estado.
Em alguns casos, quando as crianças são muito pequenas e não sabem escrever, têm auxílio de um adulto que escreve o desejo no papel e a cartinha para o Papai Noel vai acompanhada de um desenho do item pedido.
Todas as cartas podem ser lidas e adotadas pelo site. Os interessados precisam selecionar a opção "Adotar carta", depois escolher o Estado da federação e o município onde tem interesse em deixar o presente. Há um campo específico também para envio de cartinhas.
Menina de 7 anos de Joinville pediu boia de flamingo para o Papai Noel
Correios/Reprodução
Veja vídeos com alguns dos destaques do G1 SC:
Veja outras notícias do estado no G1 SC