Criança internada após prender a cabeça em grade de janela morre em SC

Santa Catarina sábado, 17 de abril de 2021 16h38min
Criança internada após prender a cabeça em grade de janela morre em SC

Menino de três sofreu uma parada cardiorrespiratória no dia do acidente e estava internado no Hospital Pequeno Anjo desde então. Menino de três sofreu uma parada cardiorrespiratória no dia do acidente e estava internado no Hospital Pequeno Anjo desde então
Prefeitura de Itajaí/Divulgação
A prefeitura de Itajaí, no Vale, confirmou na tarde deste sábado (17) a morte de um menino de três que estava internado há três dias após prender a cabeça na grade da janela de casa. A criança teve uma parada cardiorrespiratória no dia do acidente e estava internada no Hospital Pequeno Anjo desde então.
A morte ocorreu na sexta-feira (16). O acidente foi registrado por volta das 8h30 de terça-feira (13), segundo o Corpo de Bombeiros.
Pessoas que estavam em uma construção em frente à residência viram a criança com a cabeça presa e acionaram o socorro e ajudaram o responsável pelo menino a retirá-lo do meio das grades.
Em nota, a Secretaria Municipal de Educação manifestou "o mais profundo pesar pelo falecimento do menino e se solidarizou com os familiares e amigos da criança neste momento de profunda dor".
A criança era aluna da rede pública de ensino e frequentava o Centro de Educação Infantil (CEI) César Martinho Ferreira, no bairro Fazenda, desde 2017. Atualmente, estava na turma do Jardim I.
As professoras o descreveram como uma criança bem calma, amorosa e educada. O velório ocorreu nesta tarde, no cemitério da Fazenda.
Criança de 3 anos fica com a cabeça presa em guarda-corpo de sacada em Penha
Penha
Em janeiro, um acidente parecido foi registrado em Penha, no Litoral Norte. Uma criança de 3 anos ficou com a cabeça presa no guarda-corpo de uma sacada. Corpo de Bombeiros foi chamado para fazer o resgate do garoto e conseguiu libertá-lo sem machucá-lo.
A criança não teve ferimentos e, depois do resgate, ficou sob os cuidados dos pais.
Apesar do susto, menino de três anos foi socorrido e ficou sob o cuidado dos pais
Corpo de Bombeiros/Divulgação
VÍDEOS: Veja as reportagens mais assistidas da NSC TV no G1
Veja mais notícias do estado no G1 SC