SC recebe primeira remessa de doses da vacina Pfizer contra Covid

Santa Catarina segunda-feira, 3 de maio de 2021 15h35min
SC recebe primeira remessa de doses da vacina Pfizer contra Covid

São 17,5 mil doses para Florianópolis e São José, que começam aplicação nesta terça (4). Estado também recebeu mais 232 mil doses da AstraZeneca. Três caixas com vacinas da Pfizer contra Covid-19 em esteira no Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, na tarde desta segunda-feira (3)
Núcleo de Comunicação DIVE/SC/Divulgação
Chegaram nesta segunda-feira (3) 17.550 doses da vacina contra a Covid-19 do laboratório Pfizer. Esta é a primeira vez que o estado recebe uma remessa desse imunizante. A vacina será destinada para aplicação em Florianópolis e São José, cidade vizinha à capital, informou a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive). Os dois municípios vão fazer a imunização com as doses da Pfizer nesta terça (4) (veja mais informações abaixo).
Além do imunizante da Pfizer, chegaram também 232.750 doses da AstraZeneca. As vacinas chegaram ao Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, por volta das 13h35.
A capital vai ficar com 10.530 doses da Pfizer e São José, com 7.020, de acordo com a Dive.
Que vacina é essa? Pfizer Biontech
Vacinação com doses da Pfizer
Florianópolis
Na capital, a vacina Pfizer será usada na primeira dose de idosos de 60 anos. O dia da imunização depende do mês de nascimento da pessoa, conforme informações divulgadas pelo prefeito, Gean Loureiro (DEM). Confira abaixo:
Nascidos em janeiro e fevereiro: vacinação nesta terça (4) nos pontos para pedestres do Floripa Shopping, Centro de Eventos da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Beira-mar Continental (próximo às quadras) das 9h às 16h. Pegar senha no local.
Nascidos em março, abril ou maio: vacinação na quarta (5) nos pontos para pedestres do Floripa Shopping, Centro de Eventos da UFSC e Beira-mar Continental (próximo às quadras) das 9h às 16h. Pegar senha no local.
Nascidos em junho, julho ou agosto: vacinação na quinta (6) nos pontos para pedestres do Floripa Shopping, Centro de Eventos da UFSC e Beira-mar Continental (próximo às quadras), antigo aeroporto (no bairro Carianos) e Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira (na SC-401) das 9h às 16h. Pegar senha no local.
Nascidos em setembro, outubro, novembro ou dezembro: vacinação na sexta (7) nos pontos para pedestres do Floripa Shopping, Centro de Eventos da UFSC e Beira-mar Continental (próximo às quadras), antigo aeroporto (no bairro Carianos) e Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira (na SC-401) das 9h às 16h. Pegar senha no local.
A prefeitura afirmou que há doses suficientes para todos, não é preciso ir aos locais antes do horário de abertura.
São José
Já a Prefeitura de São José informou que 7.020 doses da Pfizer ficarão com a cidade e que o imunizante será usado para aplicação da primeira dose em idosos de 60 anos. A vacinação com a Pfizer será feita no Centro Multiuso das 8h às 17h desta terça (4). A princípio, não haverá reserva de parte do imunizante para aplicação da segunda dose.
Armazenamento
Ainda na sexta (30), a Secretaria de Saúde de Florianópolis informou que as doses da Pfizer serão armazenadas na rede de frio da secretaria em ultrafreezers cedidos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Essa vacina precisa ficar guardada em uma temperatura de -80°C.
Vacina da Pfizer é enviada aos estados para aplicação da 1ª dose
Três ultrafreezers são instalados em Florianópolis para receber vacinas da Pfizer
Ultrafreezer da UFSC - equipamento será usado no armazenamento de vacinas contra Covid-19 da Pfizer
Jonatan Santos/TV UFSC/Divulgação
Nos dias de vacinação, as doses serão transportadas para os locais de aplicação, onde ficarão armazenadas entre 2°C e 8°C, mesma temperatura de conservação das demais vacinas.
O diretor da Dive, João Augusto Fuck, disse que a determinação de encaminhar a vacina da Pfizer para os dois municípios está relacionada às facilidades na distribuição.
“Neste primeiro momento, a decisão de enviar doses da Pfizer somente para esses dois municípios foi com o objetivo de avaliar a logística de distribuição, tendo em vista que as doses desta vacina exigem maior atenção. Em um segundo momento, outros municípios também vão receber as doses, sendo que serão capacitados para isso”, explica o diretor da Dive, João Augusto Brancher Fuck.
Intervalo das doses
O ministério recomenda que a vacina seja administrada em um intervalo de 12 semanas (três meses). Em nota técnica, a pasta informa que o intervalo maior foi recomendado com base em estudos feitos no Reino Unido – o país optou por aumentar o espaçamento no início da campanha de vacinação, por causa da escassez de doses.
"Com base nesses dados o 'Joint Committee on Vaccination and Immunisation' (JCVI), entidade assessora em imunizações do Reino Unido, orientou que o intervalo entre a primeira e a segunda dose desta vacina fosse ampliado para até 12 semanas", diz a nota.
"Esta recomendação considerou que a vacinação do maior número possível de pessoas com a primeira dose traria maiores benefícios do ponto de vista de saúde pública, considerando a necessidade de uma resposta rápida frente a pandemia de Covid-19", continua o ministério.
Já a bula do fabricante diz que o imunizante deve ser aplicado em um "intervalo maior ou igual a 21 dias entre a primeira e a segunda dose". Em janeiro, Pfizer e BioNTech disseram não haver evidências de que a primeira injeção continuou a funcionar por mais de três semanas. “Não há dados que demonstrem que a proteção após a primeira dose é mantida após 21 dias”, afirmaram.
Também em janeiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) se posicionou sobre o intervalo das doses da Pfizer/BioNTech. Na época, a entidade explicou que países que "vivenciam circunstâncias epidemiológicas excepcionais podem considerar adiar por um curto período a administração da segunda dose". No entanto, a recomendação era de um intervalo de até 42 dias (seis semanas).
O G1 questionou o Ministério da Saúde sobre a recomendação das doses, mas não obteve respostas até a última atualização da reportagem. A Pfizer no Brasil disse que espera um posicionamento da Pfizer Global.
VÍDEOS: Vacinação contra a Covid-19 em SC
Veja mais notícias do estado no G1 SC