SC cancela contrato com empresa responsável por instalação da iluminação cênica da Ponte Hercílio Luz

Santa Catarina segunda-feira, 3 de maio de 2021 16h57min
SC cancela contrato com empresa responsável por instalação da iluminação cênica da Ponte Hercílio Luz

Contrato foi cancelado em março de 2021 e desde então os trabalhos estão paralisados. Segundo governo de SC, equipamentos de iluminação entregues pela empresa não atendiam aos requisitos do projeto. Ponte Hercílio Luz
Ricardo Wolffenbuttel/Secom/Divulgação
O Governo de Santa Catarina confirmou nesta segunda-feira (3) que rescindiu unilateralmente o contrato com a empresa responsável pela instalação da iluminação cênica da Ponte Hercílio Luz, um dos cartões-postais de Florianópolis. Segundo a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade, os equipamentos de iluminação entregues pela empresa contratada foram rejeitados pela fiscalização por não atender os requisitos do projeto.
A reinauguração da ponte aconteceu no final de 2019 e a previsão inicial era de que a iluminação estivesse instalada em maio de 2020. Em razão da pandemia e furtos de fiação, o prazo de conclusão foi estendido para novembro do ano passado. Porém, isso não foi cumprido.
Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis
Leonardo Sousa/PMF
De acordo com a secretaria, ensaios feitos em laboratórios com amostras das luminárias e expositores demonstraram que os equipamentos eram inadequados. A pasta constatou que aproximadamente 1,3 mil unidades de luminárias circulares estavam em desacordo com os requisitos do projeto. O contrato foi cancelado em março de 2021 e, desde então, segundo o órgão, os trabalhos estão paralisados.
Relembre como foi a reinauguração da ponte Hercílio Luz após 28 anos fechada
Ideia é consolidar Ponte Hercílio Luz em Florianópolis como local turístico
A operação de iluminação para decorar a ponte iniciou em março de 2020 e custou R$ 7,6 milhões ao governo do estado. Um inquérito foi aberto pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) para analisar o contrato. Segundo o MPSC, foram solicitadas informações sobre as medidas que serão adotadas a partir de agora em função do cancelamento do serviço. "O MPSC aguarda pela novas decisões administrativas", informou.
"É importante destacar que o Estado não pagou pelos equipamentos que estavam em desacordo com os requisitos técnicos do projeto e também não houve demandas para custos aditivos", informou a secretaria.
Segundo a pasta, a empresa contratada entrou com ação na Justiça solicitando a anulação da decisão de cancelamento do contrato.
"A ação se encontra em fase inicial e a Secretaria está analisando o caso para poder, na sequência, definir os próximos passos para a obra que se encontra paralisada", informou.
O sistema, segundo a administração estadual, ainda não está concluído, faltando a instalação de projetores nas torres e de fitas de iluminação de LED nos pendurais.
Ônibus circulam pela Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis
Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Divulgação
Confira as reportagens mais assistidas da NSC TV nesta semana no G1
Veja mais notícias do estado no G1 SC